Pizza de gorgonzola, pera e rúcula / Blue cheese, pear and arugula pizza

* Scroll down for the English version!

Eu amo pizza. Quem não ama? Pizza redonda, quadrada, de massa fina ou grossa, doce ou salgada, fria ou quente. Pode mandar que eu como!

Tenho alguma resistência com massas prontas. A textura nunca é perfeita, o gosto nunca é exatamente o que eu procuro. O jeito é comer fora ou fazer em casa ;-)

São vários os tipos de receita. Algumas massas que não usam fermento e são muito mais rápidas, outras mais complexas e deliciosas. Escolhi uma que é fácil e gostosa. Copiei do Jamie e usei só metade.

Para o recheio, eu busquei inspiração na combinação clássica de pera e gorgonzola e adicionei rúcula para dar um contraste. O doce da pera quebra o salgado do gorgonzola e o amargo da rúcula completa a mistura de sabores perfeitamente. Ficou incrível, olha!

Ingredientes para a massa:

  • 500g de farinha de trigo (mais um tanto extra para polvilhar)
  • 1 pitada de sal
  • 7g de fermento biológico seco instantâneo
  • ½ colher de sopa de açúcar
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 325mL de água morna
  • 2 colheres de chá de chimichurri seco (isso é por minha conta. Acho que dá um sabor bem legal à massa)

Ingredientes para o recheio:

  • 300g de muçarela ralada
  • 300g de gorgonzola
  • 3 peras
  • 1 maço de rúcula
  • Azeite a gosto

Faça um monte com a farinha e o sal e cave um buraco no meio. O Jamie usa uma superfície, mas eu prefiro fazer isso em uma vasilha grande, para evitar um excesso de bagunça.

Misture o fermento, o açúcar e o azeite na água morna (não deve ser quente!) por alguns minutos. O fermento vai fazer a maior festa, deixando a água turva. Coisa linda! Derrame na farinha e vá mexendo com um garfo, misturando bem. Adicione o chimichurri. Quando ficar difícil mexer com o garfo, use suas mãos e sove a massa até atingir uma textura homogênea e elástica.

Coloque a massa em uma vasilha coberta com farinha. Cubra com um pano úmido e deixe-a descansar em algum lugar quente por pelo menos 1h. Ela vai crescer bastante, chegando ao dobro do tamanho.

Aqueça o forno a 200°C.

Retire a massa da vasilha e sove mais um pouco. Divida em 3 pedaços, para fazer 3 pizzas médias. Caso prefira, deixe na geladeira ou congelador para usar mais tarde.

Cubra uma superfície limpa com farinha. Abra um pedaço de massa usando um rolo. Essa parte é a mais chatinha, que requer um pouco de prática. Mas eu adoro aqueles formatos estranhos de pizza. Então se a sua for oval ou quadrada, não fique triste. É linda de qualquer forma!

Transfira a massa de pizza para uma forma. Espalhe 100g de muçarela ralada na massa. Esfarele 100g de gorgonzola e fatie uma pera e ajeite em cima da pizza.

Leve ao forno por 15 a 25 minutos. Confira se o queijo está derretido e a parte debaixo da massa está dourada.

Enquanto a pizza assa, prepare as outras duas, abrindo a massa e colocando o recheio.

Retire do forno e adicione a rúcula e o azeite. Usei muito mais do que essas folhinhas da foto. Rúcula é coisa linda!

Sirva imediatamente. Essa receita rende 3 pizzas médias.


I love pizza. Who doesn’t? Round pizza, square pizza, thin or thick crust, sweet or savory toppings, cold or scalding hot. Send them over!
I have a thing against ready-made dough. The texture is never right and the taste is never really what I’m looking for. What’s left is going out or making one at home ;-)
There are several kinds of recipes. Some don’t use yeast and are pretty quick; others are more complex and delicious. I chose one that is easy and really good. I got it from Jamie’s website and used only half the amount of ingredients.
For the toppings, I searched for inspiration in the classic blue cheese + pear combo and added arugula (or rocket) for a bit of contrast. The sweetness of the pear combines with the salty blue cheese and meets the bitter arugula making a perfect combination. It turned out amazing!
Ingredients for the pizza crust:
  • 500g of flour (plus some extra for dusting)
  • 1 pinch of salt
  • 7g of instant dry yeast
  • ½ teaspoon of sugar
  • 2 tablespoons of olive oil
  • 325mL of warm water
  • 2 teaspoon of dried chimichurri (that is on me. I think it makes the dough taste pretty awesome)
Ingredients for the toppings:
  • 300g shredded mozzarella
  • 300g blue cheese
  • 3 pears
  • 1 bunch of arugula
  • Olive oil to taste
Make a mount with the flour and salt and dig a hole in the middle. Jamie uses a surface, but I usually make this on a large bowl, to avoid a huge mess.
Mix the yeast, sugar and olive oil to the warm water (not hot!) for a few minutes. The yeast will start partying, making the water milky. Beautiful stuff! Pour that on the flour and mix with a fork. Add the chimichurri. When it gets hard to move the fork around, use your hands and knead until you get a smooth, elastic dough.
Put the dough on a flour dusted bowl and cover with a damp cloth. Let it rest on a warm place for at least 1h. It will grow quite a lot, reaching the double of its size.
Heat your oven at 200°C.
Remove the dough from the bowl and knead a bit more. Divide it into 3 pieces, to make 3 medium pizzas. In case you’re not using all of them at the same time, store them in the fridge or freezer for later.
Cover a clean surface with flour. Open one piece of dough using a rolling pin. This is the hardest part, it requires a bit of practice. But I love those weird shapes of pizza. So if yours turn out oval or square, don’t be upset. It’s beautiful in its own lovely shape.
Transfer the dough to a tray. Spread 100g of mozzarella on top. Crumble 100g of blue cheese and slice a pear and arrange them on top of the pizza. Take it to the oven for 15 to 25 minutes, until the cheese is melted and the bottom is golden.
While the pizza bakes, prepare the other two, opening the dough and adding the toppings.
Remove it from the oven and add the arugula and olive oil. I used much more leaves than I showed in the picture. Arugula is leafy heaven!
Serve immediately! This recipe makes 3 medium pizzas.
Anúncios

Rolinho primavera fresco com shitake, rúcula e pistache

Comprei outro dia uma massa de arroz para rolinho primavera fresco. A diferença é que esse não vai ao fogo, fica bem mais saudável e light que o outro. A massa é bem estranha, transparente, tem uma textura de plástico e não tem gosto de nada! rsrs Mas usando um recheio bacana e um molho bem forte, fica uma delícia!

Vou tentar outras combinações para posts seguintes. A receita de hoje é uma adaptação de um dos meus blogs favoritos, o VeganYumYum, que tem pratos mais que inspiradores com fotos idem!

Ingredientes:

  • 20 folhas de massa de arroz (fácil de achar em lojas de produtos orientais)
  • 1 xícara de pistaches torrados e salgados
  • 1 maço de rúcula
  • 100g de shitake desidratado
  • shoyu
  • sal e alho
  • vinagre balsâmico
  • azeite

Esquente uma chaleira de água e deixe o shitake de molho por meia hora, até hidratar bem. Enquanto isso, lave bem a rúcula e pique os pistaches em pedaços pequenos. O pacote que comprei não veio com eles torrados, é bom verificar antes de usar. Se esse for o seu caso, passe-os rapidamente por uma frigideira com sal.

Retire o shitake da água (aperte para retirar o excesso), pique e refogue em uma frigideira com azeite, alho (esse é por minha conta, não vivo sem!), sal, vinagre balsâmico e shoyu a gosto. Reserve.

Ordene os ingredientes para facilitar a sua vida na hora de enrolar.

Aqueça um pouco de água em uma frigideira, até que fique morna. A massa de arroz é mergulhada na água por alguns segundos (aprox 5”), só até amolecer. Se ficar por muito tempo, vai começar a rasgar. Se ficar muito pouco, vai continuar dura e quebradiça. Vá tentando até pegar o jeito. O meu assistente/namorado fez certinho, ó!

Com a massa hidratada, comece a rechear os rolinhos com um pouco de shitake, rúcula e polvilhe com os pistaches.

A massa costuma vir redonda e para enrolar, junte as beiradas até o centro e enrole o topo por cima do recheio, até o fim. É simples, mas difícil de explicar. Essa figura que eu achei ajuda a entender mais claramente (o recheio vai no “x”).

Pronto!

Ingredientes para o molho:

  • suco de 1 limão
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 5 colheres de sopa de shoyu
  • 1 colher de sopa de pistache picado

Simples assim, só misturar tudo. Usei um shoyu mais espesso e doce, é uma boa ir medindo os ingredientes a gosto.

Agora é só mergulhar! :-D

Serve 6 pessoas.

Só pra dar água na boca, segue o prato completo, contando inclusive com a próxima receita, um curry tailandês. Nham!