Salada abobrinha com hortelã, limão e pimenta / Zucchini salad with mint, lime and chili

* Scroll down for the English version!

A minha paixão por comida reflete até no tipo de programa que eu assisto. Minha mãe tem TV a cabo e sempre que eu estou lá de bobeira, procuro os meus cozinheiros favoritos. O “Jamie em casa” era sempre a minha primeira opção, mas hoje em dia o Jamie Oliver tem focado em refeições de 30’ ou 15’. Ele descreve os pratos como bonitos, saudáveis, equilibrados e rápidos, ideais para o dia a dia agitado.

Vou partir uma refeição, já que da última vez o post ficou meio grande. O prato principal vem semana que vem, não percam! Olha tudo junto :-)

Essa salada é surpreendente, elegante, leve e refrescante. E fica pronta em pouquíssimos minutos!

Ingredientes:

  • 400g de abobrinha (as menores que puder)
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 pimenta dedo de moça
  • ½ maço de hortelã
  • 1 limão (ele usa o siciliano, mas o normal fica bacana também)
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto

Rale as abobrinhas ou use um processador. Coloque um pouco de sal e deixe descansar por alguns minutos. Caso a abobrinha solte muita água, retire um pouco da água passando por uma peneira (mas sem apertar!).

Adicione a pimenta-do-reino, o suco do limão e o azeite. Pique a hortelã e a pimenta dedo de moça bem finas e misture.

Pronto!

Essa receita serve 4 pessoas.

My passion for food reflects even on the kind of TV show that I watch. My mother has cable TV and whenever I’m there and doing nothing, I always look for my favorite chefs. “Jamie at home” was ever my first option, but nowadays Jamie Oliver has been focusing on 30’ and 15’ recipes. He describes the dishes and pretty, healthy, balanced and quick, ideal for the hectic daily life.
I’m going to divide one meal, since last time the post was a bit big. The main dish comes next week, don’t miss it! Look at all of it together :-)
This salad is surprising, elegant, light and refreshing. And it gets ready and just a few minutes!
Ingredients:
  • 400g of zucchini (the smallest that you find or the baby ones)
  • 1 tablespoon of olive oil
  • 1 fresh chili
  • ½ bunch of mint
  • 1 lemon (I used lime)
  • Salt
  • Pepper
Grate the zucchini or use the food processor. Add some salt, and let it rest for a few minutes. If the zucchini releases a lot of water, drain some in a sieve (but don’t press your vegetable!). Add the pepper, lemon juice and olive oil. Chop the mint and chili very finely and mix everything together.
That’s it!
This recipe serves 4 people.

Salada de quinoa, couve e molho pesto / Quinoa, kale and pesto salad

* Scroll down for the English version!

Gosto de chamar essa coisinha linda de “salada deusa”. Sabe aquela receita fácil, deliciosa, super saudável e que fica pronta em poucos minutos? É ela! Claro que nada é perfeito e quinoa anda super caro. Mas vale à pena, sério. E serve como entrada ou prato principal, dependendo da sua fome.

Me inspirei no blog Cookie and Kate, que dá uma receita super bacana de salada de quinoa com um molho pesto todo diferente. Ela inclusive usa coentro. Como atualmente tenho meu próprio raminho de manjericão, achei melhor manter isso mais tradicional rs. Olha que gracinha!

manjericão

E a deusa…

la deusa

Ingredientes:

  • 1 xícara de quinoa
  • 2 folhas de couve
  • 1 punhado de castanhas (usei castanha-do-pará, mas fique à vontade para usar castanha-do-caju, amendoim, pinoli…)
  • suco de 1/2 limão
  • manjericão à gosto
  • alho amassado
  • sal a gosto
  • azeite

Cozinhe a quinoa em água fervente, com um pouco de sal. Vá provando para ver se chegou ao ponto, os grãos vão começar a soltar uma fibra que os envolve como um cinto! rsrs Eles vão continuar meio al dente, mas não estarão duros. A cor também muda, começam a ficar mais transparentes.

quinoa

Caso sobre um pouco de água na panela, drene-a toda a coloque a quinoa em uma vasilha. Para fazer o molho pesto, quebre as castanhas, pique o manjericão e misture com o alho, sal, suco do limão e azeite. Troquei o queijo parmesão pelo suco do limão, que deu um toque mais refrescante e leve à salada.

Lave e corte a couve. Costumo colocar crua mesmo, acho uma delícia na salada.

couve

Junte todos os ingredientes e confira o tempero. Regue com um fio de azeite. Não vejo problema em servir com a quinoa ainda morna. Em um dia frio, é até bem gostoso. Mas caso prefira, deixe na geladeira por uns 5′ antes de levar à mesa.

pronta

nham

Maravilhosa! Essa receita dá para duas pessoas, como prato principal.

I call this the “goddess salad”. It’s that kind of easy, delicious and healthy recipe that gets ready in just a few minutes. Sadly, quinoa is quite expensive in Brazil, but it’s so worth it! It’s great as an appetizer or main dish, depending on your hunger.

I inspired myself on Cookie and Kate and the awesome quinoa salad recipe. Kate uses coriander on her pesto sauce and it’s great! As I have my own little basil plant growing on my window, I kept the pesto more traditional. And it turned out pretty delicious!

Ingredients:

  • 1 cup of quinoa
  • 2 kale leaves
  • 1 handful of nuts (I used Brazil nuts, but feel free to use cashews, peanuts, pine nuts…)
  • Juice of ½ a lime
  • Basil (as many leaves as you want)
  • 1 clove of smashed garlic
  • Salt to taste
  • Drizzle of olive oil

Cook the quinoa on boiling water, with a little bit of salt. The grains will start to turn a little transparent when cooked. Try and see if they’re soft enough. There should still be a bite.

In case there’s water left, drain it and pour the quinoa in a bowl.

To make the pesto, chop the nuts and the basil and mix with the salt, garlic, lime juice and olive oil. I switched the parmesan cheese for the lime juice, which gave the salad a refreshing kick.

Wash and chop the kale. I usually add it raw, it tasted great in salad. The one we have in Brazil is much softer, but I suppose most types of kales would work.

Assemble all the ingredients and check the seasoning. Add some more olive oil.

I see no problem in serving while the quinoa is still warm. On a cool day, it’s actually quite nice. But in case you like it cold, leave the salad in the fridge for about 5 minutes before serving it.

Wonderful! This recipe serves 2 people as a main course.

Salada de abobrinha com pesto e tomate

Achei essa receita por acaso, vasculhando a internet. Sou louca com molho pesto, mas como ele costuma acompanhar massas, eu evito comer com frequência. Não acreditei quando vi que a receita era simplesmente abobrinha crua e ralada! O que pode deixar a sua consciência mais leve?! Eba! :-D

Se você já torceu o nariz quando eu disse abobrinha crua, me dê uma chance. Eu também tinha dúvidas, mas desde que experimentei pela primeira vez, nunca mais parei de usar! Cortada fininha, ela fica tenra e suave. E ainda mais com o molho pesto, a última coisa que você vai sentir é o gosto de abobrinha. Se é que isso é vantagem.. rs

Ingredientes:

  • 2 abobrinhas italianas
  • 2 tomates picados em cubos
  • aprox. 5 ramos de manjericão
  • 1/4 de xícara de nozes, castanhas, o que tiver do tipo. Não é todo mundo que pode pagar pinoles, né? ;-)
  • um punhado de sementes de girassol
  • azeite
  • suco de 1/2 limão
  • 2 dentes de alho amassados
  • sal
  • 50g de queijo parmesão ralado

Mudei um pouco a receita de acordo com o que tinha em casa. E acrescentei o queijo, simplesmente não consegui abrir mão!

Rale as abobrinhas no comprimento, como se fosse fazer um macarrão linguine.

Pique os tomates e misture com as abobrinhas. Tempere com um pouco de sal. Depois de um tempo, escorra a água. Tanto o tomate quanto a abobrinha soltam muito líquido, principalmente depois de salgados.

Junte as castanhas ou nozes em um pilão ou liquidificador e bata. Acrescente o azeite, o alho, sal e limão. O manjericão não deve entrar no início, ou começa a escurecer. Misture bem com o parmesão.

Junte o molho com as abobrinhas e tomates.

Salpique as sementes de girassol por cima. Essa receita é bem leve e pode ser usada como entrada e complemento em porções menores. A quantidade que usei serve como prato principal para 2 pessoas.

Linguine com cogumelos, tomilho, parmesão e limão

Esse linguine é um achado. Super rápido e fácil e absolutamente indecente. A cara da Nigella Lawson, claro! Achei a receita no site dela, na categoria “express”, pra quem tem pressa ;-)

O segredo da originalidade é o limão. É ele quem “cozinha” o cogumelo (isso mesmo, ele não vai ao fogo!), dá um gosto especial e super refrescante ao prato.

Ingredientes:

  • 1 pacote de 1kg de linguine
  • 400g de cogumelos (usei paris e shimeji)
  • 2 limões
  • 200g de parmesão ralado
  • sal e alho
  • tomilho a gosto
  • azeite

Pique os cogumelos em fatias e junte com o azeite, o suco dos limões, sal, alho e tomilho. Misture bem e deixe marinar enquanto cozinha o macarrão.

Quando a massa estiver al dente, junte com a mistura de cogumelo, acrescente o queijo e mexa bem. Confira o tempero e sirva em seguida.

Serve 8 pessoas.

Torta de maçã

Passei dias com desejo de comer torta de maçã. Tanto que me perguntaram se eu tava grávida.. rs Até que resolvi partir para a ação e cozinhar logo. Como o prato é uma sobremesa clássica inglesa, busquei a receita no site do Jamie Oliver, um dos meus chefs favoritos, queridão.

A torta é um pouco massuda, bem rústica. Para quem gosta de sobremesa mais leve, eu recomendo usar massa folhada. Vou ver se faço um post de “apfelstrudel” mais pra frente.

Ingredientes para a massa:

  • 250g farinha de trigo
  • 50g açúcar de confeiteiro
  • sal
  • 1 limão
  • 125g manteiga
  • 1 ovo grande
  • um pouquinho de leite

Ingredientes para o recheio:

  • 5 maçãs (procure as mais verdes, com sabor mais forte)
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • ½ colher de chá de gengibre ralado (opcional)
  • 1 punhado de passas (opcional)
  • ½ limão (usei siciliano e ficou boooom)

Aqueça o forno a 180ºC. O Jamie diz para peneirar a farinha, mas eu não tenho paciência para isso rs. Fiquem à vontade para escolher! Coloque a farinha em uma vasilha e adicione o açúcar, uma pitada de sal, as raspas do limão e a manteiga. 

Mexa bem até que a massa fique com aparência de farelos de pão. Quebre o ovo na vasilha e adicione o leite (pouco mesmo).

Misture até que a massa fique homogênea. Embale em plástico filme e deixe na geladeira.

Outra coisa que fiquei com preguiça de fazer foi descascar as maçãs. Imagino que o recheio fique mais cremoso, mas não senti a menor falta. Corte fatias grossas (divida as maçãs em 8 partes, sem o miolo, claro). Coloque-as em uma panela com o açúcar mascavo, o gengibre e as passas (não usei esses dois últimos).

Raspe o limão e adicione o suco à panela. O Jamie diz pra usar meio limão. Se usar mais, separe na hora de montar a torta, deixando só as maçãs no recheio. Usei um inteiro e sobrou muito líquido, que reservei e usei como calda. Recomendo!

Cozinhe por uns 5′ e deixe esfriar.

Cubra uma superfície lisa e limpa com farinha, divida a massa em duas partes e abra as duas até atingir aproximadamente ½cm.

Use uma forma de 20cm para a torta. Um truque para cobrir a forma com a massa sem fazer muita bagunça é colocar no rolo e girar lentamente. Ajeite no fundo e nas beiradas. Se a massa quebrar, é só remendar.

Despeje as maçãs em toda a superfície.  Cubra com a outra parte da massa e vede as pontas. A forma que eu usei é muito grande e não deu para chegar nos cantinhos, então dobrei a massa nas beiradas e cobri com a outra metade. Use uma gema e bata com um pouquinho de leite para grudar uma massa na outra. Junte as duas com os dedos, selando a torta. Com a mesma mistura, cubra a parte de cima, que vai ficar brilhante e dourada.

Faça alguns furos, para que o vapor possa escapar. Asse por 40′ a 45′, até que a crosta fique firme. Pronto!

Sirva com chantili ou sorvete (ou pura mesmo!). Se tiver aquele resto de suco de limão com açúcar que foi usado para cozinhar as maçãs, não esqueça de usar como calda! Fica uma delícia! :-)

Serve 6 pessoas.

Lasanha de abobrinha

Essa receita é um sucesso aqui em casa. Quem inventou foi a Maria, amigona que mora comigo. Ela adaptou um molho da Nigella e usa para lasanha e massas em geral. Costuma agradar bem e é muito fácil e rápido de fazer.

Ingredientes:

  • 4 abobrinhas italianas
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 1/2 saquinho de queijo parmesão (se puder ralar um queijo de qualidade na hora, fica ainda melhor. use aproximadamente 1 xícara)
  • 1 limão
  • 1 ovo
  • 1 bandeja muçarela fatiada (aproximadamente 250g)
  • alho e sal
 

Ingredientes do molho

Corte as abobrinhas em fatias de aproximadamente 0,5cm e espalhe alho amassado com sal em cada uma. Não é necessário cozinhar as abobrinhas antes, elas podem ir para o forno cruas. O único problema é que soltam bastante líquido. Uma boa dica é passar um pouquinho de sal em cada fatia e deixá-las descansar por pelo menos 15′ antes de começar a montar o prato, para que percam parte da água. Não usei massa para lasanha, mas funciona bem alternando com camadas de abobrinha.

Abobrinha fatiada

Para o molho, junte o creme de leite, ovo, queijo e suco do limão e misture bem. A consistência não é lá das mais bonitas, já que o creme de leite muda de textura quanto junta com o limão. Mas funciona e muito bem!

Molho

Faça camadas de abobrinha, molho e muçarela. Leve ao forno médio por aproximadamente 25 minutos. A abobrinha deve estar macia, e a muçarela, gratinada.

Lasanha pronta!

Dessa vez servimos com arroz e vagem. A Maria passou a vagem na frigideira com alho e sal até dar uma tostadinha. Colocou também castanha do pará triturada e um molho de coalhada com cardamomo. Uma delícia!

Prato feito

Serve 4 pessoas.