Sopa de couve-flor e ervilha / Cauliflower and pea soup

* Scroll down for the English version!

No último post eu falei sobre a minha paixão por sopas e caldos. O prato de hoje é uma continuação. Quase um festival! :-D

Apesar de o tema ser o mesmo, esses dois caldos não podiam ser mais diferentes. O caldo verde da semana passada é apimentado, defumado e super intenso. Essa sopa é o contrário, tem sabor simples e suave e até em textura é diferente. Mas não menos deliciosa!

Ingredientes:

  • 1 couve-flor grande lavada e picada
  • 1 pacote de ervilha congelada
  • 2 cebolas grandes picadas
  • 2 colheres de sopa de manteiga (opcional – não use caso queira uma sopa vegana)
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Sal a gosto

Antes de começar a fazer a sopa, retire o pacote de ervilhas do congelador.

Cozinhe as cebolas com o azeite em uma panela grande. Assim que estiverem tenras, adicione a couve-flor. Eu gosto de refogar os legumes antes de adicionar a água. Cozinhe a couve-flor junto com a cebola por alguns minutos e acrescente água aproximadamente 5 xícaras de água. Vá colocando aos poucos, já que a textura da sopa é escolha sua.

Assim que ela cozinhar, abaixe o fogo. Bata a sopa em um liquidificador ou use um mixer. Eu gosto de pedacinhos, mas você pode deixá-la bem homogênea, se preferir.

Confira o tempero. Junte as ervilhas e a manteiga e mexa bem. Eu adoro ervilhas congeladas, que são docinhas e deliciosas ainda frescas. Deixe-as no fogo só até esquentar.

Sirva imediatamente.

Essa receita rende aproximadamente 5 porções.


On the last post, I talked about my passion for soups. Today’s dish is another of these beauties.

Besides being the same type of dish, these two soups couldn’t be more different. The “caldo verde” from last week is spicy, smoky and intense. This soup is the opposite. The flavor is mild and simple and even the texture is not the same. But not less delicious!

Ingredients:

  • 1 large cauliflower – washed and chopped
  • 300g of fresh peas (I used them frozen. It’s not easy to find them fresh around here)
  • 2 large onions – chopped
  • 2 tablespoons of butter (optional – remove if vegan)
  • 2 tablespoons of olive oil
  • Salt to taste

Cook the onions with the olive oil on a big pot. As soon as they are tender, add the cauliflower. I like to stir fry the vegetables before adding water. Cook the cauliflower with the onions for a few minutes and add about 5 cups of water. Add them one at a time, so you can choose how runny your soup will be.

As soon as the cauliflower is cooked, turn the heat down. Puree the soup on a blender or using a mixer. I like some texture, but you can make it really smooth if you want.

Check the seasoning. Add the peas and the butter and stir well. I love fresh peas, so sweet and delicious! So just heat them up and turn the heat off.

Serve immediately.

This recipe yields about 5 portions.

Assado de couve-flor, alho-poró e queijo de cabra / Cauliflower gratin with leek and goat’s cheese

* Scroll down for the English version!

Não sei se vocês já perceberam, mas eu tenho obsessões que vêm em fases. Talvez “obsessão” seja uma palavra pesada demais. Eu diria que se trata de um tipo de paixão. Daquela bem intensa mas fugaz, que dura alguns meses. Quase como um início de namoro que não vai pra frente.

Os alvos dessa minha paixão variam, tão volúvel é o meu apetite. Certa época, estou completamente apaixonada por gorgonzola e em outro momento, enjoo e fico meses sem comer. Outra vezes é com tomate seco, ervilha ou massas. Os mais recentes queridos são queijo de cabra e couve-flor. Os dois abundam por aqui e ainda não chegaram no limbo terrível dos ingredientes dos quais enjoei. Mas tudo passa, não é? O jeito é aproveitar a fase ;-)

Esse prato é bem completo e delicioso. Existem muitas formas de fazer. Eu preferi cozinhar a couve-flor no forno, já que morro de dó de ferver vegetais em água e perder todos os nutrientes na hora de coar. Fiquem à vontade para inventar!

Adaptei a receita do blog Virtually Homemade.

Ingredientes:

  • 1 couve-flor lavada e cortada em pedaços
  • 1 alho poró
  • Sal a gosto
  • 150g de cream cheese
  • 150g de queijo de cabra (de preferência, cremoso)
  • Azeite

Ligue o forno a 200ᵒC. Espalhe a couve-flor em um tabuleiro com um pouco de sal e azeite. Asse por 30 minutos ou até ficar tenra.

Enquanto isso, lave o alho poró e pique em pedaços pequenos. É importante fazer cortes longitudinais e lavar de cabeça para baixo, com bastante água. Isso evita aqueles montinhos de terra entre as folhas. Cozinhe o alho poró até tenro com um pouco de sal e azeite.

Retire a couve-flor do forno e junte com o alho poró.

Misture os vegetais com os queijos e espalhe em um pirex ou vários potinhos. Asse até que o topo fique dourado.

Sirva quente! Essa receita serve 4 a 6 pessoas.

I don’t know if you have noticed, but I get obsessed sometimes. Perhaps “obsession” is too strong a word. I could call it infatuation or passion. That kind of passion that intense but fleeting, that only lasts a few months. Almost like the beginning of a relationship that doesn’t go forward for long.

The “targets” of my passion vary a lot, since my appetite is so fickle. At times, I’m completely in love with blue cheese and some time later I’m sick of it and it takes months before I eat it again. This has happened to sundried tomato, peas and pasta. My most recent darlings are goat’s cheese and cauliflower. You might have noticed that they appear here often and haven’t yet reached the dark pit of forgotten ingredients. But things change, right? I might as well enjoy while I can ;-)

This dish is quite complete and delicious. There are several ways to do it. I chose to cook the cauliflower in the oven, since it breaks my heart to boil vegetables in water and lose all the nutrients after draining them. So feel free to experiment!

I adapted this recipe from Virtually Homemade.

Ingredients:

  • 1 cauliflower – washed and chopped into small florets
  • 1 leek
  • Salt to taste
  • 150g of cream cheese
  • 150g of goat’s cheese (preferably creamy)
  • Olive oil

Turn the oven on at 200ᵒC. Spread the cauliflower on a tray with a little olive oil and salt. Bake for about 30 minutes or the cauliflower is tender.

Meanwhile, wash the leek and chop into small pieces. It’s important to make lengthwise slashes and wash it upside down with lots of water. This helps getting most of the dirt out. Cook the leek until tender with some olive oil and salt.

Remove the cauliflower from the oven and mix with the leek.

Add the two types of cheese and assemble it on a nice baking tray or several ramekins. Bake until golden on top.

Serve warm. This recipe serves 4 to 6 people.

Bolinhos de couve-flor / Cauliflower tots

* Scroll down for the English version!

Eu ando procurando receitas de lanches gostosos e saudáveis. Batatinhas assadas, chips de couve ou abobrinha, pipoca com ervinhas, patês de legumes ou verduras… Tenho quase uma coleção! Como eu me recuso a fritar, adapto as receitas tradicionais e faço tudo no forno.

O post de hoje é um bom exemplo. “Tater tots” são bolinhos de batata fritos muito comuns nos EUA. Mas como não são lá muito saudáveis, o mundo resolveu responder com tots (ou bolinhos) de couve-flor. Adaptei essa receita do blog Skinny Taste e assei essas belezinhas.

Usei o mesmo método de cozinhar a couve-flor da base da pizza. Ficaram lindos e deliciosos, olha!

Ingredientes:

  • ½ couve-flor
  • 1 ovo
  • ½ cebola picada fininha
  • 1 pitada de orégano
  • 5 folhas de manjericão
  • ½ xícara de queijo parmesão ralado
  • ½ xícara de farinha de pão temperada (caso faça a farinha em casa, use 3 fatias de pão de forma ou um pão francês, 2 colheres de chá de alho torrado, 1 colher de chá de azeite e sal – veja o procedimento abaixo)
  • Sal a gosto
  • Azeite para untar

Ligue o forno a 180°C. Lave a couve-flor e corte-a em pedaços médios. Bata em um processador de alimentos ou liquidificador, até que os pedaços fiquem pequenos como grãos (caso só tenha o liquidificador, bata aos poucos e resista a tentação de usar água!).

Leve ao forno em um tabuleiro ou pirex, por 15 minutos.

Para fazer a farinha, leve o pão ao forno por alguns minutos e retire assim que ficar crocante. Bata em um processador ou liquidificador com um pouco de sal, azeite e o alho torrado. Essa é a sua farinha de pão temperada. Reserve.

Retire a couve-flor do forno e despeje em um pano de prato limpo. Junte as pontas e aperte, até que toda a água tenha escorrido (você vai precisar deixar esfriar um pouco antes de começar ou vai acabar queimando as mãos. Ai!).

Doure a cebola em uma frigideira. Junte com a couve-flor, o ovo, as ervas, o parmesão e a farinha de pão. Confira o tempero.

Faça bolinhos com a ajuda de uma colher. Você pode escolher o formato, essa parte é a mais divertida :-) Unte um tabuleiro com azeite e espalhe os bolinhos.

Asse por aproximadamente 20 minutos (se o seu forno for bom. Como sempre, o meu me fez esperar rs) virando cada um no meio do processo. Eles estão prontos quando estiverem dourados. Sirva-os ainda quentes! Eu, que ando viciada em mostarda, achei que combinou bastante.

Essa receita rende aproximadamente 20 bolinhos.

I have been looking for good recipes for tasty and healthy snacks. Baked potato wedges, kale or zucchini chips, herbed popcorn, vegetable spreads and dips… I have almost a collection! And as I refuse to deep fry anything, I always adapt any traditional recipe and bake it all up.

Today’s post is an example. “Tater tots” are fried potato cylinders and are everywhere in the US. But as they’re not at all healthy, the world responded to them with cauliflower tots. Baked ones, of course. I adapted this recipe from Skinny Taste.

I cooked the cauliflower the same way I did the pizza crust. The tots turned out cute and delicious, look!

Ingredients:

  • ½ head of cauliflower
  • 1 egg
  • ½ onion – chopped finely
  • 1 pinch of oregano
  • 5 basil leaves
  • ½ cup of parmesan cheese – grated
  • ½ cup of seasoned breadcrumbs (in case you’re making yours at home, use 3 slices of bread, 2 tablespoons of toasted garlic, 1 teaspoon of olive oil and salt – see the procedure below)
  • Salt to taste
  • Olive oil – to grease

Turn the oven on at 180°C. Wash the cauliflower and chop it into medium sized florets. Blitz them on a food processor (or a blender. It takes a while, but it works, as long as you do it little by little. Do NOT use water). Stop when it has reached the size of rice. Bake for 15 minutes on a baking tray.

To make the crumbs, take the bread slices to the oven and remove them as soon as they get crispy. Blend them with salt, olive oil and toasted garlic. These are your seasoned breadcrumbs. Set aside.

Remove the cauliflower from the oven and dip it on a clean cloth. Hold the tips and squeeze, removing all the water (you’ll probably need to let it cool a bit before handling or you’ll burn your hands. Ouch!).

Cook the onion until golden. Mix it with the cauliflower, the egg, the herbs, the parmesan cheese and the breadcrumbs. Check the seasoning.

Make the tots using a spoon. You can the choose the size and shape, that’s the fun part :-) Grease a baking tray and spread the tots on top.

Bake for about 20 minutes (if your oven is good. As usual, mine made me wait much longer), turning upside down in the middle of the process. They’ll be ready when they turn golden. Serve them still hot. I’m currently addicted to mustard, so I dip them in it and liked the combo.

This recipe yields about 20 tots.

Pizza de couve-flor / Cauliflower crust pizza

* Scroll down for the English version!

Nunca liguei pra moda. Na verdade, nunca entendi a ideia de alguém que dita “tendências”. Mas eu tenho que admitir que em relação à comida, eu sempre procuro saber das novidades. Talvez por não ser tão criativa assim para criar algo do nada (ou por preguiça de reinventar a roda), muitas vezes eu pesquiso pela web para ver o que há de mais bacana no mundo culinário. Nada chique, só aquilo que as pessoas normais têm feito em casa aí pelo mundo :-) E, claro, tento colocar meu toque pessoal e dicas que aprendo ao fazer.

Pizza com base de vegetais é uma dessas coisas da moda da cozinha. Muita gente faz dieta para emagrecer ou prefere comer menos glúten por questões de saúde, e usar vegetais é uma opção incrível para quem não abre mão de uma pizza. A couve-flor é a preferida e funciona super bem.

Já tive alguns problemas com a base, que grudou no papel manteiga. O ideal é extrair a umidade natural da couve-flor, tirando a água depois de cozinhar (aprendi isso no iFOODreal).

Descrevi uma cobertura simples de tomate e muçarela, mas sintam-se à vontade para inventar! Essa é a parte mais bacana!

Fiz uma pizza pequena, mas os ingredientes da lista são suficientes para fazer uma média.

Ingredientes:

  • 1 couve-flor grande
  • 2 ovos
  • ½ xícara de queijo parmesão ralado
  • Orégano a gosto
  • 1 pitada de sal
  • Rodelas de tomate (ou molho)
  • 1 xícara de muçarela ralada

Ligue o forno a 180°C. Lave a couve-flor e corte-a em pedaços médios. Bata em um processador de alimentos ou liquidificador, até que os pedaços fiquem pequenos como grãos.

Leve ao forno em um tabuleiro ou pirex, por 15 minutos.

Retire do forno e despeje em um pano de prato limpo. Junte as pontas e aperte, até que toda a água tenha escorrido (talvez você precise deixar esfriar um pouco antes de começar). Isso é importante para que a pizza não grude na forma.

Cubra uma forma redonda com papel manteiga e regue com azeite. Misture a couve-flor com os ovos, o parmesão, o orégano e a pitada de sal. Espalhe a mistura por cima do papel, fazendo a base da pizza. Deixe uma espessura de aproximadamente 6mm. Leve ao forno por 20 minutos.

Retire do forno e cubra com a muçarela, o tomate e mais um pouco de orégano. Leve ao forno novamente por 5 minutos ou até que o queijo esteja derretido.

Prontinho! Coma ainda quente!

Essa receita serve 2 pessoas.

I don’t really dig fashion. I never really understood the idea of someone who creates trends for other people. But I have to admit that when it comes to food, I’m always after the new thing. Perhaps because I’m not so creative as to keep coming up with something new out of thin air (or because I’m too lazy to invent the wheel again), I often search the web to see what is cool and new in the culinary world. And I don’t mean anything fancy, just what normal people have been cooking at home around the world :-) And of course, I try to add a personal touch or tips that I learn while making the dishes.

Vegetable crust pizza is one of these cooking trends. So many people try to lose weight or to eat less gluten for health reasons and using vegetables is a great option when you crave that delicious pizza. Cauliflower is a favorite and works really well.

I had some trouble with the base, which got stuck in the paper. The best thing to do is to extract most of the natural moist of the cauliflower, removing the water after cooking it (I learned that neat trick with iFOODreal).

I described a simple tomato and cheese topping, but feel free to use whatever you want! That is the best part!

I made a small pizza, but the ingredients in the list are enough for a medium one.

Ingredients:

  • 1 large cauliflower
  • 2 eggs
  • ½ cup of grated parmesan cheese
  • Oregano to taste
  • 1 pinch of salt
  • Tomato slices (or sauce)
  • 1 cup of grated mozzarella cheese

Turn the oven on at 180°C. Wash the cauliflower and cut it into medium pieces. Grind it using a blender or food processor, until the pieces are small as grains.

Take it to the oven on a baking tray for 15 minutes.

Remove it from the oven and dip it on a clean cheesecloth. Grab the tips and squeeze until all the water has drained (you may need to let it cool a little before starting). This is important so that the pizza won’t stick to the tray.

Cover a round baking tray with parchment paper and drizzle the paper with olive oil. Mix the cauliflower with the eggs, the parmesan cheese, oregano and pinch of salt. Spread the mixture on top of the paper, making the pizza crust. It should be about 6mm thick. Bake for about 20 minutes.

Take it out of the oven and cover it with mozzarella, tomato and a bit more of oregano. Bake for another 5 minutes or until the cheese has melted.

And it’s done! Eat it while it’s hot!

This recipe serves 2 people.

Steak de couve-flor com hummus / Cauliflower steak with hummus

* Scroll down for English version!

Adoro couve-flor. Não tanto quanto eu amo brócolis, claro, mas ela me parece um parente adorável do meu querido raminho (com menos personalidade, talvez). Na primeira vez que ouvi falar em steak de couve-flor, nem acreditei. Um bifão, isso mesmo. Resolvi experimentar a receita que eu mais gostei, que levava uma camada de hummus (que eu já tinha na geladeira! Rá!). Não vou dar a receita desse patê lindo de grão de bico hoje, pois não tenho fotos, mas assim que fizer de novo, eu escrevo um post. Prometo!

Se você não tem uma loja árabe por perto para comprar o hummus, pode fazer a couve-flor só com os temperos mesmo. Fica uma delícia!

nham!

Ingredientes:

  • 1 couve-flor média sem as folhas
  • 100g de hummus (patê de grão de bico com tahine, limão e alho)
  • azeite
  • lemmon pepper (em BH é fácil de achar no Mercado Central)
  • sal (se necessário. o lemmon pepper é bem salgadinho)
  • alecrim

Ligue o forno em fogo médio, uns 200ºC.

Lave a couve-flor com cuidado e corte fatias longitudinais de aproximadamente 2cm, até a base.

fatia

Ela vai esfarelar toda, mas você pode usar as partes pequenas para assar também, só tomando cuidado para não queimar, já que são menores. Se quiser, pode usar uma travessa separada e tirar do forno antes do resto.

Passe azeite, lemmon pepper e sal em um lado do steak e uma camada de hummus no outro. Coloque para assar numa forma anti-aderente ou usando papel-manteiga (deixe a parte com hummus para cima). Tempere também as partes pequenas que sobraram.

fatia com azeite

camadona de hummus!

Leve ao forno por 30′, até começar a dourar. Polvilhe com alecrim e leve à mesa ainda quente!

prontinho!

douradinha

Viu como fica douradinha do lado debaixo? Nham! Agora é só comer!

dig in!

Serve 3 pessoas.

I love cauliflower. Not as much as I love broccoli, of course, but it seems like a lovely relative of my dear green flower (with a bit less personality, perhaps). The first time I heard of cauliflower steak, I couldn’t believe it. A steak, that’s right! I decided to try the recipe that I liked best, which required a layer of hummus (that I already had in the fridge!). I won’t give the hummus recipe today, because I didn’t take pictures of that, but as soon as I make it again, I’ll write a post. I promise!
If it’s hard for you to buy hummus already prepared, you can use just the cauliflower with the spices. It tastes great!
Ingredients:
  • 1 medium cauliflower without leaves
  • 100g of hummus (chickpea spread mixed with tahini, lime juice and garlic)
  • Olive oil
  • Lemon pepper
  • Salt (if necessary)
  • Rosemary
Turn the oven on at 200ºC. Wash the cauliflower carefully and cut straight down from the leaves to the steam making 2cm steaks.
It may break in pieces, but you can also roast the smaller parts, taking care not to burn them, as they’re smaller. If you want, use a separate tray for that and take it off the oven before the rest.
Spread the olive oil, lemon pepper and salt in one side of the steak and a layer of hummus in the other (I used a bit too much). Put them on a nonstick tray or use greaseproof paper, leaving the hummus side up. Season the smaller bunches.
Take it to the oven for about 30’, until it starts to golden. Sprinkle some rosemary and serve hot.
This recipe serves about 3 people.

Aloo Gobi – couve-flor e batata

Esse é um dos meus pratos indianos favoritos. Aprendi anos atrás e faço sempre, variando os temperos. Muito fácil e sempre um sucesso!

Ingredientes:

  • 6 batatas cortadas em cubos
  • 1 couve-flor picada
  • 1 cebola picada em pedaços médios
  • garam masala a gosto (para quem vive em BH, é fácil de achar no Mercado Central, na banda Sto Antônio)
  • 2 cardamomos (opcional. o cheiro doce é delicioso. dá pra usar também o cardamomo em pó)
  • sal a gosto
  • azeite

Costumo fazer na panela, mas dessa vez usei o forno. Caso o seu seja muito bom, realmente vale à pena experimentar. A vantagem é que não precisa ficar mexendo toda hora. É bom misturar uma ou duas vezes.

Mas é simples assim: picar tudo, misturar em um tabuleiro, temperar com garam masala, cardamomo e sal, regar com azeite e colocar no forno pré-aquecido a 200°C. Demora de 30 a 40 minutos para cozinhar e tostar a batata, amolecer a couve-flor e dourar a cebola.

Caso o seu forno não seja lá grandes maravilhas (como é o meu caso. demorou horrores!), use a panela mesmo. Comece dourando a cebola, acrescente os temperos e misture as batatas e a couve-flor. Mexa sempre. Deixe para colocar a masala no fim, depois de desligar o fogo. Os legumes ficarão tenros e dourados.

Costumo servir com arroz e algum chutney. Em breve coloco umas receitas de chutney sensacionais!

Serve 3 pessoas gulosas ;-)