Baba ghanoush

* Scroll down for the English version!

Baba ghanoush é um dos meus patês favoritos. Amo tudo que é defumado, o que me deixa mais apaixonada por esse prato. A berinjela deve ser grelhada ou assada até quase queimar, o deixa um sabor delicioso! O tahine ajuda a deixar a mistura mais cremosa e o limão e o alho fortalecem o sabor. Só não recomendo comer muito dela antes de um encontro romântico, a não ser que o/a respectivo/a goste muito de alho ;-)

O tahine é uma pasta de gergelim maravilhosa, que pode ser encontrada em alguns supermercados e em lojas especializadas de comida árabe.

Ingredientes:

  • 4 berinjelas
  • 4 dentes de alho
  • Suco de 1 ½ limão
  • 3 ½ colheres de sopa de tahine
  • Sal a gosto (aproximadamente 2 colheres de chá)

Lave as berinjelas e faça furinhos na pele. Leve-as direto ao fogo (na boca do fogão mesmo) ou ao forno forte (usei o meu em 255°C) até que elas fiquem bem murchas e quase queimadas. Tentei usar o forno mais fraco, mas acabei aumentando, então demorou uma hora. Direto no fogo com certeza é mais rápido, mas faz mais bagunça ;-)

Retire a polpa da berinjela com cuidado para não se queimar. Use uma colher e raspe bem, descartando a casca. Amasse com um garfo, deixando-a mais homogênea.

Adicione os outros ingredientes e confira o tempero.

Eu servi com pimenta dedo-de-moça picadinha, de sabor bem suave. E enfeitei com um fio de azeite. Fica ótimo com pão árabe. Fiz chips de tortilha, partindo em pedacinhos e levando ao forno até ficar crocante. Uma delícia!

Essa receita serve umas 6 pessoas como entrada ou lanche.

Baba ghanoush is one of my favorite spreads. I love everything that is smoked, which makes me even more delighted with this dish. The eggplant should be grilled or baked until almost burnt, which brings out a delicious smoky flavor! The tahini makes the mixture a lot creamier and the garlic and lime strengthen the taste. I just don’t recommend eating too much of it before a romantic date, unless your partner really loves garlic ;-)
Tahini is a delicious sesame paste, which can be found at some supermarkets or at specialized Middle Eastern stores.
Ingredients:
  • 4 eggplants
  • 4 cloves of garlic
  • Juice of 1 ½ limes
  • 3 ½ tablespoons of tahini
  • Salt to taste (about 2 teaspoons)
Wash the eggplants and make holes in the skin. Take them straight to the fire or use the oven at a high temperature (I used mine at about 255°C) until they shrivel up and almost burn. I tried using the oven at a lower temperature, but it took so long (about one hour) that I ended up taking it up a notch. Charring them in the stove top must sure be quicker, but also messier ;-)
Remove the pulp of the eggplant, being careful not to burn yourself! Use a spoon and scrape well, discarding the peel. Smash everything with a fork, making it smoother.
Add the other ingredients and check the seasoning.
I served it with chopped chili, a mild, almost sweet one. And I decorated it with a drizzle of olive oil. It tastes great with pita bread. I made tortilla chips, cutting them into pieces and baking them in the oven until crispy. Delicious!
This recipe serves about 6 people as an appetizer.
Anúncios

Massa com abobrinha, castanha e alho

Minha mãe me ensinou essa receita. Não sei de onde ela tirou, mas sua fama de não saber cozinhar vem mesmo da falta de vontade (lembro que na minha infância meu lanche era sempre pão com queijo, tão grande era sua preguiça de pensar em algo diferente rs). Mas quando ela tenta, dá muito certo! Esse macarrão é uma delícia e super fácil de fazer.

Ingredientes:

  • 500g de massa (escolha a sua! linguine, espaguete, fusile…)
  • 3 abobrinhas
  • 1 xícara de castanhas-do-pará
  • 5 dentes de alho
  • sal a gosto
  • azeite

Ferva a água e deixe o macarrão cozinhando, enquanto prepara os outros ingredientes. A beleza dessa receita é que o tempo de preparar tudo é a conta de tirar a massa do fogo.

Já optei por cortar a abobrinha em palitos e já usei o ralador. Costumo preferir cortar, já que a abobrinha fica mais consistente. Corte-a fininha e passe rapidamente na frigideira com um pouquinho de sal e azeite. Mas se você não é fã e só quer algo verde no prato, recomendo ralar, ela fica bem suave. Coloque um pouco de sal e deixe a água escorrer. Não precisa nem cozinhar.

Pique as castanhas em pedaços pequenos e torre por alguns minutos.

Fatie os dentes de alho e deixe dourar.

Só isso! Retire o macarrão da água e misture com a abobrinha. Sirva com o alho e a castanha, que devem entrar no último minuto, para continuarem crocantes. Reguei com azeite. Muito bom!

Serve 5 pessoas.

Linguine com cogumelos, tomilho, parmesão e limão

Esse linguine é um achado. Super rápido e fácil e absolutamente indecente. A cara da Nigella Lawson, claro! Achei a receita no site dela, na categoria “express”, pra quem tem pressa ;-)

O segredo da originalidade é o limão. É ele quem “cozinha” o cogumelo (isso mesmo, ele não vai ao fogo!), dá um gosto especial e super refrescante ao prato.

Ingredientes:

  • 1 pacote de 1kg de linguine
  • 400g de cogumelos (usei paris e shimeji)
  • 2 limões
  • 200g de parmesão ralado
  • sal e alho
  • tomilho a gosto
  • azeite

Pique os cogumelos em fatias e junte com o azeite, o suco dos limões, sal, alho e tomilho. Misture bem e deixe marinar enquanto cozinha o macarrão.

Quando a massa estiver al dente, junte com a mistura de cogumelo, acrescente o queijo e mexa bem. Confira o tempero e sirva em seguida.

Serve 8 pessoas.

Macarrão oriental com shitake e molho de laranja

O nome que eu usei não faz jus ao prato. É tão mais do que isso! Exótico, reconfortante e delicioso! Adaptei uma receita que encontrei de acordo com os ingredientes que consegui achar para comprar.

Ingredientes:

  • óleo de gergelim (encontrado em lojas de produtos orientais)
  • 1 cabeça de alho picada
  • 2 colheres de sopa de gengibre ralado
  • 2 xícaras de suco de laranja (de preferência, espremido na hora)
  • 4 colheres de sopa de shoyu
  • 2 colheres de sopa de pimenta em flocos (cuidado com isso, não precisa usar tudo. pode usar pimenta fresca, caso tenha. mas não use aqueles molhos de pimenta com vinagre!)
  • 4 colheres de sopa de gergelim
  • sal a gosto
  • 1 pacote de macarrão oriental (aquele usado para yakisoba)
  • 300g de ervilha chata lavada e cortada ao meio
  • 1 molho de espinafre picado fino
  • 1 pacote de 100g cogumelo shitake cortado em fatias (caso use o cogumelo seco, deixe em água morna por alguns minutos. e aproveite a água mais tarde em um risoto!). Usei um pouco de cogumelo paris também, pois acho que funghi nunca é demais!

Torre o gergelim em um frigideira até dourar, mexendo sempre. Reserve.

Aqueça o óleo de gergelim e acrescente o alho, gengibre e pimenta. Misture e deixe fritar por alguns segundos. Acrescente o suco de laranja e o shoyu e deixe ferver. Cozinhe até que o molho reduza de volume pela metade.

Cozinhe o macarrão enquanto o molho reduz e refogue os cogumelos e ervilhas em azeite e alho.

Junte os cogumelos e ervilhas ao molho de laranja e deixe cozinhar por alguns minutos. Acrescente o macarrão e o espinafre (cru mesmo) e mexa até que ele fique tenro.

Adapte a quantidade de pimenta à coragem de quem for comer. As duas colheres sugeridas são para os bem corajosos! Sirva salpicado com gergelim. Bom apetite!

Serve 8 pessoas.